Informação

Reprodução das Bactérias



Bactérias: várias formas de reprodução

Introdução

A reprodução das bactérias acontece de duas formas:

- Assexuadamente, em um processo chamado bipartição ou cissiparidade.

- Sexuadamente, em processos que recebem os nomes de conjugação, transdução e transformação.

Características principais

Na bipartição ou cissiparidade, uma bactéria se divide, formando duas outras bactérias. Aparentemente existe um compartilhamento igual de conteúdo citoplasmático entre os novos seres. Porém, como o material genético é único e não pode ser dividido ao meio sem que ocorram prejuízos futuros, ele se duplica. Uma cópia idêntica da fita do DNA (material genético) original vai pertencer à uma das bactérias-filhas, enquanto a fita original ficará com a outra bactéria-filha.

Quanto à reprodução das bactérias que está na categoria sexuada, define-se sexo como formas de transferência de partes do DNA de uma bactéria para outra.

Na conjugação, duas bactérias ficam próximas o suficiente para que surja uma ponte citoplasmática entre elas. Através dessa ponte, uma porção do DNA de uma passa para o citoplasma da outra, unindo-se ao DNA da receptora. Esse material genético misturado comporá o DNA das bactérias-filhas.

Na transdução, a bactéria doadora de parte do DNA precisa ter sido infectada por um vírus bacteriófago. Esse bacteriófago usa a bactéria para se reproduzir. No entanto, o DNA de seus descendentes pode incorporar partes do DNA da bactéria infectada. Essas partes serão incorporadas ao DNA da bactéria receptora das partes quando essa for infectada pelos bacteriófagos-filhos.

Na transformação, uma bactéria incorpora naturalmente porções livres de DNA que estão circulando no ambiente. Essas porções são misturadas ao próprio DNA, uma ação chamada de competência. Esse DNA misto é transferido para as bactérias-filhas quando essa bactéria se reproduzir por bipartição. A função evolutiva dessa incorporação de partes livres de DNA ainda é motivo de debate entre microbiologistas.


Curiosidade biológica:

Pesquisadores da engenharia genética aproveitam a propriedade de competência das bactérias para modificar artificialmente o DNA de cepas de bactérias. Portanto, a reprodução das bactérias é muito útil a esse setor tecnológico.