Em detalhe

Inspiração e Expiração Pulmonar



Inspiração e Expiração: a entrada e saída do ar em nossos pulmões

Introdução

A respiração dos seres humanos ocorre através da entrada e saída de ar dos pulmões. Este processo depende da variação da pressão nos alvéolos pulmonares em relação à pressão do ar atmosférico.

O processo de inspiração (inalação do ar)

- Ocorre a contração do músculo diafragma e ele abaixa e se contrai. Ao mesmo tempo, ocorre a elevação das costelas. Desta forma, há a expansão da caixa torácica.

- Em seguida, com o aumento de espaço em volta, ocorre a distensão dos pulmões.

- Na sequência, os pulmões aumentam de volume, provocando a queda da pressão interna. Desta forma, ocorre o favorecimento para a inalação (entrada) do ar, pois a pressão externa do ar atmosférico é maior.

O processo de expiração (exalação do ar)

- Ocorre, primeiramente, o relaxamento do diafragma. As costelas abaixam. Assim, ocorre a diminuição do tamanho da caixa torácica.

- Na sequência, ocorre a contração dos pulmões, pois eles ficam espremidos.

- A pressão na parte interna dos pulmões aumenta, com a diminuição do volume, em relação à pressão do ar atmosférico. Assim, o ar retorna, através das vias respiratórias, para ser exalado.

Você sabia?

- O ar é filtrado, aquecido e umedecido ao passar pelo nariz.

- Em algumas situações, podem ocorrer modificações nos movimentos respiratórios. Estas ocorrem no espirro, na tosse, no soluço, no bocejo, no riso e também no choro.

- O ar que inspiramos é rico em oxigênio. O que expiramos é rico em gás carbônico, embora também possua boa quantidade de oxigênio.

- Quando inspiramos, entra em nossos pulmões cerca de 12 mililitros de ar.