Opcional

Osmose na célula vegetal



Osmose na Célula Vegetal: vital para a existência da planta.

Introdução

Todas as células são revestidas por uma membrana. Uma característica dessa membrana que confere a capacidade de manter a célula viva é a seletividade. A membrana celular, inclusive das células vegetais, é semipermeável. Ela é atravessada por moléculas de água. Além disso, glicoproteínas são elementos transportadores que deixam passar alguns solutos, mas não outros.

Se uma célula vegetal está em um meio mais diluído do que o seu interior, ocorre um fluxo de água desse meio para dentro da célula. Chamamos esse processo de osmose.

A parede celular ou membrana celulósica, que está recobrindo membrana celular das células vegetais, também é semipermeável? Não, a parede celular é inteiramente permeável. Ou seja, a parede celular não restringe o fluxo nem de água nem de solutos.

Características principais e como ocorre

A osmose na célula vegetal não ocorre de forma descoordenada. Do contrário, o interior da célula ficaria abarrotado de água ou desidratado de modo que ambas situações resultariam em problemas bioquímicos. Dois processos precisam funcionar bem:

1 - A parede celular manter seu limite de elasticidade

Apesar de ser composta basicamente por celulose, a parede celular tem uma certa elasticidade. A parede exerce uma força contrária à pressão exercida pela água que entra na célula: a pressão de turgescência (PT). Essa pressão limita a entrada de mais água.

2 - A pressão osmótica do vacúolo em operação

Células vegetais têm organelas chamadas vacúolos, que entre outras funções, participam do controle osmótico da célula. Os vacúolos contêm um fluido interno e esse exerce uma força chamada Pressão Osmótica (PO). Ela cria uma pressão para que a água entre na célula vegetal.

Cálculo da diferença de forças

Existe uma diferença entre as pressões de entrada e de saída de água da célula vegetal. Ela é conhecida como Diferença de Pressão de Difusão (DPD), pode ser expressa em número e calculada matematicamente. A fórmula para seu cálculo é:
DPD = PO - PT


Curiosidade

Algumas plantas enfrentam secas prolongadas, mas não murcham. Os vacúolos das suas células acumulam compostos de baixo peso molecular. Esses compostos permitem que o mínimo de água entre nas células e as mantenham túrgidas.