Em detalhe

Plantas Aquáticas



Vitória-régia: planta aquática comum na Amazônia

O que são (definição)

Plantas aquáticas, também conhecidas como plantas hidrófilas ou hidrófitas, são aquelas que possuem a capacidades de viverem em ambientes aquáticos ou com grande quantidade de umidade.

Algumas espécies vivem totalmente submersas na água, enquanto outras mantém apenas suas raízes e caules embaixo da água.

Grande parte das espécies de plantas aquáticas habita lagos, margens de rios, pântanos e manguezais (em água salobra). Algumas destas espécies são muito utilizadas para decorar ou incrementar o ecossistema de aquários de água doce ou até mesmo marinhos. Outras espécies são usadas em paisagismo.

Principais características das plantas aquáticas:

- As que vivem totalmente submersas possuem a capacidade de retirar os nutrientes diretamente da água.

- Algumas espécies possuem a capacidade de flutuar na superfície da água. Outras precisam fixar suas raízes no fundo ou margem de um rio ou lago.

- As plantas aquáticas flutuantes possuem raízes curtas e simples. A transpiração destas plantas é muito elevada.

- Algumas espécies de plantas aquáticas produzem flores.

Exemplos de espécies de plantas aquáticas (nomes populares e científicos):

- Vitória-régia (Victoria amazônica)

- Lentilhas da água (Callitriche stagnalis)

- Carvalhas (Potamogeton crispus)

- Lótus Branca (Nymphaea alba)

- Lótus (Nelumbo nucifera)

- Aguapé (Eichhornia)

- Chapéu-de-couro (Echinodorus macrophyllum)

- Taboa (Typha domingensis)

- Caniço-de-água (Phragmites)

- Mururé carrapatinho (Salvinia Auriculata)

- Sombrinha-chinesa (Cyperis Alternifolius)

- Alfaces d'água (Pistia stratiotes)