Em detalhe

Reino Monera



Bacillus cereus: causador de doenças de origem alimentar

O que é - definição

Monera é um obsoleto reino biológico e o pioneiro na classificação científica dos outros cinco. Ele compreende muitos organismos com organização celular procarionte (organismos unicelulares sem a membrana que envolve o núcleo - carioteca - e sem a presença de proteínas associadas ao DNA).

Por esta razão, este reino foi algumas vezes chamado de Procariota ou Procariotae. Antes de sua criação, os seres vivos desta espécie foram considerados como duas divisões das plantas: Esquizomicetas ou bactérias (incluindo a maior parte dos procariontes, que eram considerados fungos) e Cyanophyta onde eram incluídas as algas azuis-esverdeadas, que posteriormente passou a pertencer ao grupo das bactérias, comumente chamado de Cyanobactérias.

Resumo das principais características do Reino Monera

Recentes análises da sequência de DNA e RNA, têm demonstrado que há dois grupos principais de procariontes: Bactéria e Archae (organismos procariotas, geralmente quimiotróficos - não necessitam de oxigênio -, capazes de sobreviver em lugares extremos).

A partir da divisão do reino monera em Archae e Bactéria, surgiu um sexto reino. Consequentemente, todos os novos esquemas abandonaram o anterior e passaram a adotar esta mais nova classificação. Atualmente, Bactéria, Archae e Eucariota (núcleo envolto por membrana) estão classificados em domínios separados.

Bactéria e Archae

Eubactéria e Archae se diferem de forma perceptível quando estão em ambientes favoráveis à sua sobrevivência.

A maioria das eubactérias está em contato com o homem, as mais conhecidas são a E.coli e a salmonela.

As archaebactérias sobrevivem em condições extremas, como por exemplo, fontes de água quente, ambientes ácidos, grandes profundidades de geleiras e podem respirar até metano.

Cianobactérias: organismos que fazem parte do Reino Monera.


Video: Reino Monera - Bactérias - Parte 1 - Prof. Paulo Jubilut (Junho 2021).