Geral

Asquelmintos



Asquelminto do filo rotifera (imagem de microscópio)

O que são

Nome comum de um grupo heterogêneo de animais com forma de verme e que apresentam uma cavidade cheia de líquido às vezes utilizada como esqueleto. Esta cavidade recebe o nome de pseudoceloma, pois não possui revestimento epitelial.

Atualmente, considera-se que os asquelmintos apresentam uma série de características próprias que faz com que haja a necessidade de considerar cada animal deste grupo pertencente a um filo independente. Entretanto, muitos autores aceitam a ideia de incluí-los num superfilo denominado Asquelmintos.

Principais características dos asquelmintos

- Corpo com formato longo e cilíndrico

- Presença de simetria dos dois lados.

- Não possuem cefalização.

- Possuem três tipos de tecidos (triblastia): ectoderme, Mesoderme e endoderme.

- O sistema digestório é completo, composto por boca, intestino, reto e ânus.

- Não possuem sistema cardiovascular nem respiratório.

Filos de asquelmintos mais conhecidos:

- Acanthocephala - vermes parasitas com a cabeça espinhosa. Existem pouco mais de 1000 espécies catalogadas.

- Chaetognatha - asquelmintos pequenos que vivem no mar.

- Gastrotricha - cerca de 400 espécies catalogadas, sendo todas microscópicas.

- Nematoda - também conhecidos como lombrigas.

- Nematomorpha - também conhecidos como vermes sem fim.

- Rotifera - os rotíferos são microscópicos e vivem em água doce.

Curiosidades biológicas:

- Os asquelmintos podem viver tanto na água como no solo, ou, ainda, como parasitas de plantas e animais.

- Muitas espécies de asquelmintos podem parasitar o ser humano, provocando doenças.

- A ascaris lumbricoides é um asquelminto (filo nematoda) parasita que provoca, no ser humano, uma doença conhecida como ascaridíase.

Chaetognatha, exemplo de asquelminto de vida marinha.


Video: NEMATELMINTOS - REINO ANIMALIA - ZOOLOGIA - Aula. Biologia com Samuel Cunha (Julho 2021).