Em detalhe

Amígdalas Palatinas



Amígdalas palatinas: proteção contra a invasão de bactérias

O que são Amígdalas Palatinas

As amígdalas palatinas (também conhecidas como amígdalas faríngeas), que possuem formato de amêndoas, são formadas por uma massa de tecido linfóide que cobre as paredes da faringe. As amígdalas palatinas são constituídas por células parecidas com os linfócitos (tipo de glóbulo branco do sangue) e estão presentes no tecido conjuntivo fibroso, cobertas por uma camada de tecido epitelial.

Amigdalite

As células linfóides possuem a capacidade de fazer fagocitose, logo, ajudam a proteger a faringe contra a invasão de bactérias. As amígdalas podem sofrer processos de inflamações e infecções, denominadas amigdalite.

É muito comum, principalmente em crianças, os tecidos que rodeiam as amígdalas formarem pus durante os processos agudos de amigdalite, principalmente, quando possuem como agente causador bactérias patogênicas (estreptococos). Nestes casos, as amígdalas apresentam pontos esbranquiçados.

Quando inflamadas, as amígdalas palatinas, localizadas na parte superior da garganta, ficam grandes e ganham a denominação de adenóides.

Curiosidade:

O procedimento cirúrgico para a retirada das amígdalas palatinas é chamado de amigdalectomia.